Imagem capa - Por que e como incluir algo azul, velho, novo e emprestado no look? por Ricardo Clavello

Por que e como incluir algo azul, velho, novo e emprestado no look?


Qual noiva nunca se pegou pensando em alguma superstição para trazer boa sorte para o casamento? Esse é o caso “algo velho, algo novo, algo emprestado e algo azul”, uma das tradições mais famosas. Mas como incluir algo azul e etc? E por que fazer isso?


Esse é um costume é originário da Inglaterra, mais especificamente da cidade de Lancaster. 


Em inglês, os quatro elementos, juntos, formam uma rima popular: “Something old, something new, something borrowed and something blue”.




Os sábios dizem que se colocada em prática no dia do casamento, é capaz de promover boa sorte aos futuros noivos ou noivas.


Mas afinal, o que representa cada um dos “algos”? E como incluir algo azul, velho novo e emprestado no look da noiva?


Pensando nessa tradição tão bela e singela, preparei este artigo explicando os significados e com algumas sugestões para incrementar o look. Confira!


Algo azul


Antes do final do século 19, azul era uma cor popular para vestidos de noiva. Através dos tempos, a tradição evoluiu, passando do uso da roupa azul para o branco.


Hoje, considerado por muitas pessoas como a cor da pureza, o azul é indispensável para a noiva que deseja um casamento próspero.




Acredita-se, portanto, que a noiva precisa entrar no altar com algo azul, mesmo que em um pequeno detalhe, para representar a pureza do relacionamento e para afastar energias negativas


Não à toa, o olho grego, amuleto da sorte feito para combater a inveja, é azul.




Além da tradição, vamos combinar que o azul é uma cor linda para acessórios, o que dá um toque moderninho e ousado para o look noiva.


E como incluir algo azul?


Pode ser uma joia, uma peça íntima, seu buquê, a fita do buquê ou até mesmo um broche nele, o sapato ou um detalhe na maquiagem.




Você pode, ainda, escolher o azul como a paleta de cores das madrinhas - afinal, elas irão te acompanhar durante a cerimônia!




Algo velho


O algo velho representa a ligação da noiva com sua família e a continuidade, mesmo que ela esteja construindo uma nova família ao lado de seu futuro esposo. 


Geralmente, é simbolizado por uma joia de família, um lenço ou um pedacinho de renda.




Há quem diga também que o algo antigo no dia do casamento funciona como amuleto de proteção para os futuros filhos que o casal poderia ter.


Atualmente, o objeto pode servir principalmente como uma homenagem a parentes que já se foram ou tiveram papel fundamental na criação dos noivos ou noivas. 




Muitas vezes, é utilizado algum objetivo de herança de família que passa de geração para geração.


Como usar o algo velho?


Para as noivas que são fãs do estilo retrô, essa superstição será muito fácil de ser seguida!


A noiva pode entrar na igreja com o vestido que pertenceu a sua mãe, usar um sapato vintage da avó e até mesmo as joias da família.




Algumas noivas usam, ainda, a foto de um parente muito querido que já é falecido no buquê ou no bolso do noivo.




Há ainda, a possibilidade de usar um véu de noiva, utilizado por diferentes mulheres da família antes.


Algo novo


Muitos dizem que usar objeto nunca usado no dia do casamento é garantia de um futuro otimista para quem vai trocar alianças. 


Usar algo novo é muito fácil para a noiva, afinal, pode ser absolutamente qualquer coisa, do vestido ao batom.


A peça de roupa ou acessório novo representa a sorte, o sucesso e a esperança de vida nova à frente.




O casamento é o desejo de viver uma nova fase do relacionamento e do desejo de construir uma nova família. 


Para simbolizar os novos caminhos, nada mais justo do que utilizar itens que nunca foram usados antes. 




Ao contrário do algo velho, o algo novo não carrega histórias de outras pessoas.


Como incluir algo novo no look?


Esse é realmente muito fácil: pode ser um acessório, o sapato, a lingerie ou até mesmo seu vestido novo de noiva (se não for alugado).


Algo emprestado


Acredita-se que usar algo emprestado no dia do casamento é sinônimo de sorte. Quem já precisou pedir algo emprestado a um amigo e foi ajudado sabe bem que a sensação é de fortuna.


Além disso, o algo emprestado representa a amizade indicando que amigos e família estarão ali não só naquele dia tão especial, mas sempre que precisar. 




O algo emprestado nos lembra que nunca estamos sozinhos e que sempre vamos precisar uns dos outros.


Preferencialmente, o objeto emprestado deve vir de uma mulher casada e feliz, para que essa alegria contagie o casamento em questão. 


Pode ser qualquer objeto, mas é importante que ele seja devolvido logo após a cerimônia.





Os norte-americanos ainda adaptaram a tradição para “algo roubado” ao invés de algo emprestado. 


A noiva costuma pegar algo escondido de alguém pra usar durante a cerimônia e depois devolve para o dono. Diz-se que traz sorte pra quem teve o objeto roubado temporariamente.


O que pode ser o algo emprestado?


O seu algo emprestado pode ser bem criativo, como pegar receita da sua avó do seu bolo favorito e o transformando no bolo de casamento.


Além disso, você pode um par de sapatos da sua melhor amiga, mãe ou irmã.


Peça, também, para que alguém querido te empreste o próprio amuleto da sorte.





Brincos, grampos de cabelo, colares, pulseiras vindos de alguém que você ama também são uma boa pedida.


Lembrando que sabendo como incluir algo azul, velho, novo e emprestado no seu look, as fotos do making of da noiva serão ainda mais lindas, românticas e cheias de significado!


Você não quer perder fotos lindas desses detalhes, né? Então se você ainda não tem um fotógrafo de casamento, entre em contato comigo para saber mais do que posso oferecer para registrar este momento especial.


Gostou de saber como incluir algo azul, velho, novo e emprestado no look? Estou sempre oferecendo diversas dicas sobre casamento no meu blog. Para recebê-las no seu e-mail, inscreva-se!

Cadastre-se na lista de dicas!

* indicates required
/ / ( dd / mm / yyyy )