Imagem capa - 7 conselhos que dou para as noivas enquanto fotógrafo de casamento por Ricardo Clavello

7 conselhos que dou para as noivas enquanto fotógrafo de casamento



Fotógrafo de casamento não é só quem faz o ensaio pré-wedding e está lá registrando cada detalhe da celebração. 


Essa é a parte mais importante, é claro, mas o que ninguém imagina é que, muitas vezes, viramos amigos do casal e acabamos entendo do mundo do casamento além da fotografia.


Isso porque, enquanto fotógrafo, você compartilha momentos de ansiedade dos noivos, ouve histórias e, principalmente, é um observador do espetáculo do casamento.


Além disso, para saber como e o que registrar, é importante entender as nuances desse grande ritual mas, sobretudo, aprender sobre pessoas e seus sentimentos.


Nessa caminhada de 4 anos como fotógrafo de casamento, conheci muitos casais e aprendi muitas lições sobre casamentos.


Como enxergo meus casais como grandes amigos, resolvi, humildemente, compartilhar 7 conselhos de amigo. Espero que eles te ajudem de alguma forma, querida noiva. Continue a leitura!


1. Casamento é tradição e leveza




Eu ainda hoje não consigo descrever meu estilo na fotografia de casamento. E não acho que isso seja um problema.


Isso porque acredito que cada pedacinho do dia do casamento tem seu motivo e seu valor. E também porque um casamento, em geral, envolve momentos despojados e tradicionais.


No making of, por exemplo, é super legal quando temos mais pessoas se arrumando junto com a noiva, porque a conexão das pessoas é o que deixa o dia maravilhoso. 


Nesse momento faço fotos mais espontâneas, mais alegres e boto uma pilha pra galera fazer uma bagunça danada.


Mas na hora dos retratos da noiva, por exemplo, eu sempre busco misturar um pouco de clássico e um pouco de arrojado. Gosto de fotos com lentes mais abertas e outras mais fechadas.


Casamento é, também, tradição. Seguimos ritos e temos a simbologia do casamento por conta da tradição.


Dessa forma, mesmo que você queira ter um casamento totalmente inovador, entenda que está tudo bem seguir alguns ritos e tradições. Tê-los não significa perder sua identidade!


E acredite - você poderá admirar tanto as fotos descoladas e inovadoras quanto as tradicionais.


2. Valorize fornecedores que têm empatia




Sobre fornecedores, cuidado! Quem só se preocupa com preço talvez tenha um fornecedor que só se preocupa com dinheiro. 


E se tratando de casamentos, existem outros diversos valores envolvidos ali que o dinheiro não paga. 


Lembre-se de que se trata do seu casamento. Você quer que tudo saia perfeito, não é? 


Dessa forma, não abra mão do fotógrafo que deseja, do buffet mais gostoso ou do salão dos sonhos porque é mais caro.


Não estou dizendo para fugir do seu orçamento - digo que você não deve abrir mão de sonhos por avareza. Para isso serve a “gordurinha” do orçamento, guarde mais para possibilitar a realização de sonhos.


E, sobretudo, invista em fornecedores que te enxerguem enquanto pessoa. Que preocupam com a realização dos seus sonhos e não apenas com pagamentos.


Porque o sonho do casamento é muito grande pra tratar alguém e/ou ser tratado como um boleto.


Eu não sei o que passa na cabeça de uma noiva. Nunca vou saber. No máximo, um dia eu vou descobrir o que passa na cabeça do noivo.


Mas isso não impede de existir empatia. Tem coisas que são fáceis de saber que a noiva gosta e quer. Uma delas é carinho. O casal organiza um casamento. É um sonho.


3. E esteja com as pessoas que você ama




Mais do que estar rodeada de fornecedores que se preocupam com você e com seu sonho, esteja ao lado das pessoas que te amam e sonham junto com você.


“Compra um carro, gente.” “Vai viajar, garota.” “Nossa, podia dar esse dinheiro de entrada em um apartamento.” A maioria das noivas já ouviu isso.


E se você não ouviu isso na organização do seu casamento, você é privilegiada, sim!


Mas, sobre esses pensamentos, eles são ditos por pessoas que não sonham em casar.  Elas não sabem o que o casamento significa pra você.


Essas pessoas não valorizam as mesmas coisas que você e, por isso, não saberão nada sobre as decisões do seu casamento.


Dessa forma, só peça opiniões e compartilhe escolhas com que se importa com você e quem vibra pelo casal. O momento é de alegria, então, fuja de toda a negatividade!


4. Guardar as memórias do casamento é importante




Como você guarda suas memórias? Você tem seus momentos numa rede social e só? 


Uma rede que nem é sua no fim das contas? (a maioria delas é do Mark Zuckerberg rs)


Eu, por exemplo, perdi fotos minhas com o fim do Fotolog e do Orkut.  Coisas da minha infância e adolescência, todas as fotos de cachorros que já não estão mais nesse planetinha.


Momentos de amigos que partiram mais cedo, ainda tão jovens. E até momentos com amigos que já foram mais próximos, mas não deixam de ser amados ainda hoje.


Eu não vou poder provar de novo toda aquela saudade e nostalgia com essas memórias, especificamente.


É gostoso demais abrir álbuns antigos da família e matar saudades. Por isso mesmo, hoje meu trabalho enquanto fotógrafo não é pensado para uma postagem no Facebook ou Instagram. 


Eu sei que as redes sociais aumentaram o desejo nas pessoas em ter boas fotos, mas o meu compromisso é com a memória. 


É com o sentimento gostoso de abrir um álbum (papel ainda vai existir daqui a 30 anos. Será que um .jpeg ainda vai?) e reviver momentos que foram mágicos por estar com quem se ama.


Hoje talvez as fotos do seu casamento tenham um preço. E talvez seja uma batalha incluí-las dentro de um orçamento já limitado para um grande evento dos sonhos como é um casamento.


Mas eu te garanto: um dia, elas vão ter VALOR. E não vai ter preço no mundo que pague as suas memórias.


Duvida? Se imagine casado ou casada completando 50 anos de casamento. Sua única recordação do dia é seu álbum.


Você o venderia? Pelo mesmo preço que comprou? O álbum tem preço, as memórias têm valor.


5. Seu casamento é único e suas fotos devem ser exclusivas




Pessoas não são iguais. São únicas. Portanto, pessoas não merecem coisas - no meu caso, fotos - iguais, quadradas, engessadas.


Pessoas únicas merecem um carinho único, um olhar único, um trabalho único.


Quando se é fotógrafo de casamento, se faz 30, 40 casamentos por ano. Mas cada um dos nosso casais só se casam uma vez.


É tudo novo pra eles, tudo que estão sentindo ali é pela primeira vez. Então o que a gente pode fazer é ter empatia, buscar sentir as mesmas coisas pra conseguir passar isso nas fotos.


A mesma ideia vale para você, noiva. Nada de surgir semanas antes do casamento com uma lista de fotos para o seu fotógrafo copiar.


Esqueça as inspirações do Pinterest. Foque em viver o momento, no amor que vocês sentem um pelo outro e deixe que o sentimento transborde de forma totalmente espontânea.


Ao mesmo tempo, contrate um fotógrafo de confiança, que seja reconhecido por fotos documentais e confie no trabalho dele. Deixe que a exclusividade do seu casamento e o seu amor, associados à qualidade do fotógrafo, produzirão registros inesquecíveis.


6. Procure por consistência





Arte, equipamento e consistência. Para e pense comigo: se um fotógrafo faz eventos ou ensaios todos os fins de semana, é impossível que ele(a) não tenha 5 a 7 fotos boas pra postar na rede. 

 

Mas será que as outras 800, 900 fotos do casamento possuem a mesma consistência? São boas como as fotos que a gente vê no Instagram?


Depois que comecei a dar mentoria para fotógrafos eu comecei a fazer muitas leituras de portfólio. 


Gosto muito de entrar no site de colegas de trabalho para aprender mais e ver como estão trabalhando, como está o nível de entrega.


Fico maravilhado com alguns trabalhos, mas percebo que alguns ainda estão crus, tendo erros considerados básicos na fotografia, mesmo tendo um perfil do Instagram bem bacana.


Você que contratou um fotógrafo recentemente, viu o site dele? Antes de contratar, verifique a consistência das fotos oferecidas. Certifique-se de que a qualidade não está em apenas alguns cliques de “sorte”.


7. Escolha a dedo tudo o que fará seu dia mais especial




Escolha a dedo quem vai te deixar linda, escolha a dedo o vestido mais lindo, escolhe a dedo quem vai ser o responsável por registrar tudo e criar sua memória. Até porque, tenho certeza que seu noivo é um cara sensacional e foi escolhido dessa mesma forma.


Dessa forma, não terceirize as escolhas e nem priorize o menor preço (principalmente se o valor do serviço dos seus sonhos cabe no orçamento).


O casamento é um sonho a ser realizado e para que tudo saia como você sempre sonhou, não deixe faltar qualidade.


Pesquise, visite fornecedores, compare e, principalmente, escolha aqueles que fazem seus olhos brilharem.


Essas são algumas das lições e conselhos que gostaria que cada noiva refletisse a respeito. Se cada palavra aqui escrita impactar positivamente seu casamento e o momento em que você vive, ficarei extremamente satisfeito!


Por fim, se você ainda não tem um fotógrafo de casamento, entre em contato comigo para saber mais do que posso oferecer para registrar este momento especial.


Gostou de ler os conselhos desse fotógrafo de casamento que vos fala? Estou sempre oferecendo diversas dicas sobre casamento no meu blog. Para recebê-las no seu e-mail, inscreva-se!


Cadastre-se na lista de dicas!

* indicates required
/ / ( dd / mm / yyyy )