Casamentos Rio de Janeiro - RJ

Nathalia + Bruno

Nossa vida é um eterno perde-e-ganha.

Tomamos decisões que nos aproximam de determinados resultados e nos afastam de outros. Somos indecisão, somos dúvidas, mas somos certeza e somos caminhos.

Somos um encontro na Central, ou um esbarrão no trabalho. Somos somente amigos, ou somos namorados, somos noivos, somos um casal.

Quando a Nathália começou a se interessar pelo Bruno (desculpa, Nathália, mas sabemos que o Bruno é um partidão, a gente te entende!), talvez esse dia estivesse longe na mente dos dois. Chegaram a falar que eram "somente amigos". Sabemos, sabemos...

Também não passava pela cabeça deles todos os momentos de companheirismo, de superação e de recomeço.

Porque a vida é um eterno perde-e-ganha.

Na semana do casamento, um golpe duríssimo. Não era uma decisão da Nathália ou do Bruno, mas de Deus. Porque algumas coisas nós precisamos lutar para mudar. Outras, precisamos ser fortes para aceitar.

Nathália perdeu o tio que a conduziria ao altar. Mas ganhou sua mãe a levando no momento mais importante da sua vida até então.

Ganhou o Bruno como marido.

Ganhou o carinho de todos os amigos.

Ganhou um dia de diversão e felicidade, apesar do luto.

Ganhou um anjo da guarda, que vai olhar por eles em todos os momentos, porque se as pessoas partem para a companhia de Deus, é porque Ele precisa de alguém para ajudar a olhar por nós.

A gente perde de um lado, ganha do outro, mas o amor caminha sempre com a gente.

------------------------------------------------------------------------------------------------
Que todo o amor, emoções e felicidade sentidos, os sorrisos dados e as lembranças felizes de todos os momentos sejam o que permaneça na vida.

Em homenagem póstuma a Jorge Sabá. Que seja lembrado com carinho e olhe pela Nathália e pelo Bruno.